sábado, 1 de maio de 2010

O Dobro de Cinco


Desde de que eu me conheço por gente, e não, isso não aconteceu há alguns meses, eu leio quadrinhos. Começei com as clássicas HQs americanas e hoje estou em outra . E se tratando de material underground, os brasileiros tem boa fama. Um belo exemplo é um cara chamado Lourenço Mutarelli, que faz um trabalho genial tanto nos quadrinhos quanto nos livros e no cinema.
Bem, nada mais justo que eu postar uma HQ dele aqui.

O Dobro de Cinco


"O Dobro de Cinco" eu li há algumas semanas, achei escondido numa caixa antiga do meu irmão. Fiquei intrigado quando começei a folhear aquelas páginas em preto e branco, observando o traço e as palavras genias de Lourenço Mutarelli. A HQ se trata basicamente de um detetive chamado Diomedes que, à ordem de um misterioso cliente, parte em busca de um
mágico sombrio chamado Enigmo.

Diomedes não é nenhum detetive galanteador que nem os dos filmes noir dos anos 40 e sim um homem de mal gosto, aparentemente pobre e marido de uma mulher nada fiel. Mas apesar de tudo, um homem corajoso que sempre sonhou em sair com seu Ford atrás de um caso sombrio. A oportunidade surge quando Hermes, um rapaz totalmente reservado, busca a sua ajuda para encontrar um antigo mágico, o tal Enigmo.

Assim, Diomedes segue uma jornada de mais de 100 páginas ,"enfeitado" de personagens bizarros e situações que misturam humor negro e loucura. O lugar não poderia ser mais empolgante: um circo.
Pelo clima, "O Dobro de Cinco" é o "Sin City" tupiniquim.


Ah, e já e ia esquecendo, o ambicioso Lourenço Mutarelli desenvolveu uma trilogia do célebre personagem Diomedes. Então, além de "O Dobro de Cinco", temos "O Rei do Ponto" e a "Soma de Tudo". Infelizmente eu não li estes últimos, vivemos em um lugar onde não temos acesso a este tipo de material, por isso a iniciativa é fazer o download.




Nenhum comentário:

Postar um comentário